sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sobre o passado de Luís Inácio


Recebi de HENRIQUE NEIVA - http://www.henriqueneiva.blogspot.com/; http://www.artdoxa.com/; www.artmajeur.com/henriqueneivaum  - um artigo publicado no site Mídia Sem Máscara que comenta o fracasso do filme sobre a vida Luís Inácio.

O excelente artigo, escrito por Ipojuca Pontes, me surpreendeu pela  quantidade de informações que desconhecia até agora sobre o passado do presidente da República.


Sobre o filme, o autor comenta :
"Fui ver o filme de Lula numa sala da Zona Sul do Rio, na última sessão de uma sexta-feira, horário considerado nobre para o mercado exibidor. Sua platéia, constituída por 17 incautos, mostrava-se entediada, em que pese o som áspero de uma trilha sonora sobrecarregada - em cinema, curiosamente, um fator decisivo para se anular a atenção do público. Antes do letreiro "Fim", uns cinco espectadores, mais hostis, simplesmente abandonaram a sala de projeção, entre apupos e imprecações.

Informações desconhecidas até agora sobre o verdadeiro Luís Inácio, tão falso quanto a história apresentada nas telas:

"... a cabrinha traçada por Lula na infância, conforme seu relato à "Playboy", fica de fora. Como de fora fica o episódio marcante em que Vavá, o irmão mais velho de Lula, rouba mortadela para matar a fome da família ~..."

"... o futuro líder sindical, depois de pedir ao patrão para fazer algumas horas extras na oficina, enfia o dinheiro pago no bolso e, fugindo do trabalho, manda o patrão "tomar no...".

" cursilhos comunistas (lecionados na Alemanha Oriental) na formação ideológica do sindicalista empenhado em fomentar o ódio de classe."

"... relações promíscuas de Lula com Murilo Macedo, o ministro do Trabalho com quem enchia a cara de cachaça num sítio de Atibaia, interior de São Paulo,  tentativa de morder a grana fácil da "ditadura militar".

"o operário de nove dedos tudo absorveu em matéria de malandragem e, depois, já contando com o apoio e as instruções das facções vermelhas, traiu."

"... uma figura materna - por sinal, segundo Frei Chico, o filho mais velho, negligenciada pela eterna ausência do amado líder sindical."


O artigo é excelente 
O fracasso do filme de Lula, de Ipojuca Pontes

2 comentários:

incognitus - Pedro Henrique Bougleux disse...

Tem um selo no inicio de minha pagina que estou oferecendo aos amigos que gostarem
Éliberado para sus amigios também.
“ Nós somos os que:
Não deixaremos o povo esquecer seus atos”
http://clementexiv.blogspot.com/
Sempre unidos pelo bem da pátria.
Pedro Henrique

Anônimo disse...

Verdade